Ciclo sustentável

Conheça as calcinhas absorventes para menstruação

Para as mulheres que não se acostumaram com o copinho coletor menstrual mas querem deixar de utilizar os absorventes descartáveis, mais uma ideia genial e sustentável chegou ao Brasil: a calcinha absorvente de menstruação.

Como é possível?

As calcinhas absorventes da Pantys, a primeira marca brasileira com esse tipo de tecnologia, são superabsorventes e à prova d’água, o que faz você se sentir sequinha e confortável durante todo período menstrual.

Não é nojento?

Pelo contrário, a tecnologia milagrosa bloqueia 99% das bactérias, diminuindo odores indesejados e infecções. Muito mais higiênica do que os modelos convencionais de absorvente. E tem mais, a calcinha é reutilizável e dura cerca de dois anos.

Impacto Ambiental

Além do conforto e da segurança durante o período menstrual, a Pantys chama atenção para a conscientização do impacto ambiental que uma mulher, durante a vida fértil, pode produzir. São aproximadamente 450 ciclos menstruais, uma média de 150 quilos de absorventes, que são descartados como lixo orgânico no meio ambiente.

E o quesito beleza?

A marca pensou em tudo! Sendo assim, as calcinhas são lindas, provando que moda e sustentabilidade podem caminhar juntas.

Lá fora!

A pioneira no mundo foi a Thinx, criada em 2016 por amigas nova-iorquinas que, inspiradas em experiências pessoais, desenvolveram o produto depois de três anos de pesquisa. A marca recomenda complementar o uso com um coletor menstrual ou absorvente interno em caso de fluxos mais intensos, já a brasileira possui um modelo para cada tipo de intensidade e dispensa outros produtos.

A Thinx ainda é engajada socialmente e se envolveu em projeto bacana chamado AFRIpads, que produz absorventes reutilizáveis para mulheres na África. Segundo a organização, uma em cada 10 garotas africanas ainda perdem dias de aula e até abandonam a escola pelo tabu que envolve o período menstrual em certas culturas. Dá para acreditar? Parte da renda obtida nas vendas do site oficial, que entrega no Brasil, é revertida para a iniciativa.

Por falar em ajudar…

Está rolando um crowdfunding (vaquinha coletiva!) para a Herself, outra marca brasuca que aposta na nova forma de viver o ciclo menstrual.

Projetos conscientes e sustentáveis merecem sempre ser compartilhados, concorda?