Mudanças da pele durante a gravidez

Veja como tratar as alterações

A barriga não é a única mudança física visível da gravidez. Algumas mulheres sofrem com as grandes alterações hormonais que desencadeiam uma série de transformações, percebidas inclusive na pele. O surgimento de manchas, estrias e acne são as mais comuns e as que mais incomodam as futuras mamães. A cirurgiã plástica Dra. Cristina Camargo explica o que fazer para evitá-las e para reverter os prejuízos.

MELASMA

Algumas manchas escuras podem aparecer no rosto das gestantes e são chamadas de melasma. Com as mudanças da pele durante a gravidez, a produção de melanina aumenta quando há a exposição aos raios solares. “Algumas mulheres têm mais propensão do que outras e mesmo tomando o maior cuidado com o sol, as manchinhas podem aparecer”, explica a Dra. Cristina. Mas não há motivos para pânico, pois na maioria dos casos, desaparece com o final da gestação. Se isso não acontecer, existem alguns tratamentos que podem ser feitos para eliminar essas manchas indesejáveis.

Durante a gravidez:

Use sempre protetor solar;

Evite exposição ao sol;

Peça ao médico para indicar cremes clareadores manipulados.

Tratamentos após o nascimento:

Cremes clareadores;

Renovação das células da pele com ácido Tretinoína;

Peelings faciais – químico ou de cristal;

Laser e luz intensa pulsada.

ESTRIAS

Outro problema da gravidez que assombra 10 em cada 10 mulheres são as estrias. Elas afetam nada menos do que 90% das gestantes e surgem com o estiramento da pele, com o crescimento do bebê e com o aumento de peso da mãe – por isso elas são mais comuns na barriga e nos seios. “Nos últimos meses da gestação aumentam as chances de aparecerem por ser quando a barriga cresce mais rápido”, alerta a cirurgiã. Infelizmente, a genética desfavorece algumas mulheres e mesmo todos os cuidados recomendados podem não conseguir evitá-las. A solução, neste caso, é procurar um dermatologista e recorrer aos tratamentos que melhoram o aspecto das estrias depois do nascimento do bebê.

Durante a gravidez:

Passe bastante creme hidratante e óleos para o corpo, no mínimo duas vezes ao dia;

Fique de olho na balança. Quanto mais a mamãe engorda, maiores os riscos de ter estrias;

Tome sempre bastante líquido para manter a hidratação.

Tratamentos após o nascimento:

Estímulo da formação de colágeno com ácidos, peelings, derrmoabrasão (lixamento da pele), subincisão e laser;

Intradermoterapia.

ACNE

É até estranho pensar que alguém que, possivelmente, já se incomodou tanto com cravos e espinhas na adolescência, possa voltar a tê-los quando decide ser mãe. A acne pode aparecer durante a gravidez por conta de todas as mudanças hormonais que ocorrem no período, mas costuma desaparecer depois do parto.

Durante a gravidez:

Mantenha a pele sempre bem limpa, com produtos adequados para seu tipo de pele;

Faça limpeza de pele com frequência (somente com orientação do médico).

Tratamentos após o nascimento:

Ácidos;

Peelings;

Laser.

No decorrer da gravidez, podem crescer mais pelos no rosto do que o normal, mas eles desaparecem com o fim da gestação. Do 1º ao 5º mês depois do nascimento do bebê, a mais nova mamãe pode se assustar com a queda de cabelo. Isso é muito comum e, se necessário, pode ser tratado com reposição de vitaminas.

Um bom começo para prevenir essas grandes mudanças na pele durante a gravidez é sempre fazer todos os exames do pré-natal, exercitar-se diariamente, não descuidar da alimentação e, acima de tudo, curtir todos os momentos dessa fase única.