A onda low carb

Um papo com a nutricionista Laís Murta sobre a dieta

O carboidrato é vilão de muitas dietas e, para quem vive brigando com a balança, resistir à uma macarronada ou pegar leve no pãozinho são sacrifícios necessários. Mas o que mais é preciso saber sobre a dieta Low Carb?

Para falar sobre as principais dúvidas, o Além da Beleza conversou com a nutricionista Laís Murta. Confira o bate-papo:

Quando surgiu a dieta low carb?

Lá nos anos 60, o cardiologista americano Robert Atkins lançou uma dieta revolucionária e no seu programa de emagrecimento, a regra era cortar drasticamente os carboidratos. De lá pra cá, surgiram variações da dieta do Dr. Robert e muitos adeptos ao low carb.

Quais os prós e contras desse tipo de dieta?

Como vantagens, podemos citar controle de glicemia (taxa de açúcar no sangue), aumento de saciedade e emagrecimento.

Sobre os contras, diante de restrições muito severas, o paciente pode sofrer com estresse, sensação de cansaço, baixa concentração, insônia e queda de imunidade.

O emagrecimento é mais rápido do que outras dietas?

Pode ser inicialmente, com o aumento de ingestão de proteínas, além da sensação de saciedade, o metabolismo também acelera. Porém, após três meses, o organismo tende a se adaptar e o processo de emagrecimento pode ficar mais lento.

Ela funciona para todos?

Depende do organismo de cada um. A prática de atividades físicas também ajuda. Toda dieta que propõe a restrição de algum grupo alimentar, deve ser acompanhada por um profissional. Por meio de uma avaliação nutricional, é possível identificar todas as variáveis e necessidades específicas, favorecendo a elaboração de um plano alimentar personalizado e minimizando os riscos de saúde que uma dieta mal elaborada pode causar.

Falando nisso, existe um tipo de atividade física ideal para acompanhar a dieta?

Geralmente, atividades de baixa intensidade e longa duração como corrida, natação e caminhada. Exercícios de força/potência não são indicados. Principalmente, se a restrição de carboidratos for grande.

Quais alimentos devem ser evitados?

É bom ter cuidado com cereais, raízes, leguminosas e frutas. Porém, vale lembrar que, quando os carboidratos representam menos de 45% do total de alimentos, a dieta continua sendo uma dieta low carb.

Durante o inverno, as pessoas costumam ter mais dificuldade para seguir dietas?

Sim, no frio o corpo chega a gastar 10% a mais de energia para manter a temperatura corporal e isso pode resultar no aumento de apetite. Além do conforto que buscamos nos alimentos calóricos.

Alguma receita low carb para aquecer os dias frios?

BOLO LOW CARB

Ingredientes:

Xylitol 50g

Água (Grama: 100)

Clara de ovo de galinha (Grama: 200)

Farinha de coco (Grama: 100)

Fermento em pó químico (colher de sopa (10g): 1)

Ovo de galinha (Unidade: 2)

Pasta de amendoim (Grama: 100)

Sal refinado (Grama: 1)

 Modo de preparo

Bata todos os ingredientes no liquidificador (use xilytol como adoçante e sal rosa) deixando o fermento por último. Leve ao forno pré-aquecido a 180 graus em forminhas de silicone até dourar (20-30 minutos).