Preenchimento labial

O dermatologista Dr. André Braz revela os detalhes sobre o procedimento

O preenchimento labial já deixou de ser um tabu e está ganhando cada vez mais adeptos no mundo todo. Isso porque o procedimento que agita a vida dos famosos pode ser feito no próprio consultório, oferece poucas contraindicações e ainda traz a possibilidade de realçar a beleza de forma imediata.

Ao contrário do que muitos pensam, a técnica permite resultados naturais que melhoram a harmonia da face, elevando ainda mais a confiança e autoestima. Afinal, anônimas ou não, todas querem estar felizes com a sua aparência.

E se bateu aquela vontade de mexer no visual, mas, ainda restam inseguranças sobre o tratamento, o renomado dermatologista Dr. André Braz esclarece as principais dúvidas sobre o assunto:

Como é feito o procedimento?

O ácido hialurônico é injetado com a ajuda de microcânulas, reduzindo a chance de inchaço. Como a substância usada para preencher é produzida pelo próprio organismo, que ao longo do tempo perde sua capacidade de produção, a possibilidade de alergia quase não existe.  Além disso, por se tratar de um tratamento não invasivo, pode ser realizado no próprio consultório especializado.

É necessário tomar anestesia?

Os preenchedores de ácido hialurônico já possuem anestésico na fórmula. Mas, como o lábio superior é sempre mais dolorido, prefiro usar bloqueio anestésico apenas nessa área. Assim, elimina qualquer chance de sensibilidade.

Para que o preenchimento é indicado?

Para repor perda de volume, redefinir o contorno labial apagado e suavizar as rugas ao redor da boca. Em alguns casos, o preenchimento visa corrigir assimetrias para harmonizar o lábio.

É preciso algum cuidado antes do procedimento?

Em caso de pacientes que usam medicamentos que afinam o sangue, é necessário suspender o uso uma semana antes para evitar hematomas. Além disso, a pessoa não pode estar com nenhuma infecção no lábio, como espinha ou herpes. Nessas situações, pode haver chances de infeccionar.

Como é o processo de recuperação?

Por ser uma região muito vascularizada, existe a possibilidade de surgirem edemas nos dias posteriores ao procedimento principalmente durante a noite, quando retemos líquido. Nesse caso, é indicado compressa de gelo pela manhã. O incômodo deve sumir em uma semana mas,  caso persista, procure um médico de sua confiança para indica-lo o medicamento devido.

Se o resultado não atender às expectativas da paciente, é possível reverter o procedimento?

Tecnicamente existe uma enzima que destrói o ácido hialurônico e pode ser usada para reverter o efeito do procedimento. Isso deve ser avaliado com muita cautela e feito apenas em último caso, pois é um produto que pode dar reação alérgica e não é possível mensurar exatamente o quanto ele vai agir.

Existe a necessidade de retoque? Em quanto tempo?

Eu reavalio todos os meus pacientes em que faço preenchimento de lábio ou qualquer outra parte do rosto duas semanas após.

Qual é a duração do preenchimento nos lábios?

Em torno de um ano.

A brasileira é adepta desse procedimento? Se sim, tem um modelo de lábio que elas pedem? Tipo: quero a boca da Angelina Jolie?

Sim, as brasileiras adoram o preenchimento labial. Por aqui, a boca mais citada é sim da Angelina Jolie, quando querem lábios mais carnudos.  A Kim Kardashian também é referência entre as pacientes. No entanto, meu público em geral busca resultados naturais.

Gostou? Veja aqui mais uma matéria com o Dr. André Braz.