Tudo que você precisa saber sobre preenchimento labial

Consultamos uma dermatologista para esclarecer as principais dúvidas sobre a técnica do momento

Dentre todos os procedimentos estéticos realizados nos consultórios dermatológicos, o preenchimento labial é um dos mais procurados. Uma boca carnuda e macia é o que quer quem procura a técnica minimamente invasiva e sem danos para a paciente.

O Além da Beleza conversou com a dermatologista Bruna Bravo que esclareceu algumas dúvidas sobre. Confira:

Como é feito o procedimento?

A aplicação é feita ao redor ou na parte interna dos lábios com agulhas ou cânulas, dependendo da escolha do médico e do objetivo final da paciente. Ao todo, tem a duração de 30 minutos e não há perda de sensibilidade na região.

Para que ele é indicado?

Corrigir assimetrias labiais, dar volume ou projeção.

E em quais casos ele não é recomendado?

Quando a paciente já possui material preenchedor definitivo na região ou é portadora de alguma doença autoimune. Lembrando que gestantes e lactantes também não podem se submeter ao procedimento.

É possível fazer o preenchimento labial sem perder a naturalidade?

Este é o objetivo do procedimento, garantir a harmonia dos lábios em relação ao restante da face, sem que a intervenção fique evidente.

Com o preenchimento, posso ter de volta os mesmos lábios da juventude?

O principal objetivo é deixar os lábios com boa sustentação e volume, com harmonização se comparado ao rosto e faixa etária. Sem exageros ou desproporções.

É verdade que os lábios também diminuem com o passar dos anos? Por que isso acontece?

Perdemos o suporte ósseo e volume de gordura na face, a partir dos 30 anos de idade. Dessa forma, o volume e suporte labial também diminuem.

 

 

BR/0077/2018