Alerta sobre os tratamentos minimamente invasivos

Especialista orienta sobre a importância de conhecer os produtos usados nos tratamentos minimamente invasivos

Sabia que o Brasil é o segundo país que mais realiza procedimentos estéticos no mundo? ¹, e apesar disso, a maioria dos pacientes não pesquisa e nem pergunta ao médico na consulta sobre os produtos utilizados nos tratamentos minimamente invasivos.

E por que é extremamente importante saber a marca e a qualidade do produto escolhido para realizar os procedimentos? O cirurgião plástico Rodrigo Duprat esclarece que se o paciente tiver esse conhecimento, consegue alinhar as expectativas e ir em busca de soluções para chegar nos resultados esperados.

Para o especialista, é fundamental que todas as dúvidas sobre os produtos e procedimentos sejam esclarecidas no momento da consulta. Assim, sabe-se o que esperar e o que não esperar do tratamento, o tempo de recuperação, resultados, possíveis complicações e como funciona todo o processo. Buscar informações e referências sobre as marcas indicadas também faz com que o paciente se sinta mais seguro.

Já existem vários produtos no mercado, cada um com um objetivo e tecnologia, mas como vou saber qual deve ser usado? Segundo o Dr. Rodrigo, tudo vai depender do que o paciente deseja. Por exemplo, para modificar a forma de uma face, na mandíbula ou no queixo, o escolhido é um produto que se aproxima de uma estrutura óssea, mais duro e com poder de projeção. Para o preenchimento de olheiras, um produto fluído e que não retenha líquido é a melhor solução.

Entre os produtos bem aceitos e bastante procurados pelos pacientes está o Juvéderm VOLITE®: usado em procedimentos minimamente invasivos, ele é à base de ácido hialurônico e  promove a melhora na maciez da pele (ausência de linhas finas), hidratação e elasticidade por até 9 meses em apenas uma sessão. Embora seja um tratamento novo, muitas pessoas já ouviram falar de JUVÉDERM® por conta dos resultados positivos obtidos no MD Codes e da credibilidade que a marca apresenta.

O médico deixa o alerta que, mesmo com a enxurrada de informações que recebemos todos os dias, é preciso filtrar, pesquisar nas fontes certas e estar seguro do profissional escolhido. “Alguns procedimentos parecem simples, mas o grau de acabamento e principalmente o manejo de contornar algumas situações só existem nas mãos dos especialistas no assunto, que têm responsabilidade com o que faz”, finaliza.

Rodrigo Duprat
CRM-SP 125155

1 - 2018 MILLWARD BROWN JOB NO. MB# 4240300892 - Medical Aesthetics Trust Initiatives - Brazil From 15th December 2017 to 18th February 2018 BR/0029/2019 – Jan/19