Bigode Chinês: saiba como tratar

Conheça o tratamento adequado para acabar com esse sulco

Com o passar dos anos, por conta do processo de envelhecimento, vamos perdendo a gordura que sustenta a região das bochechas, o que resulta no famoso e temido bigode chinês, aquele sulco que aparece próximo à asa do nariz e desce até o canto da boca. Entenda um pouco mais sobre o assunto.

Como surge o bigode chinês

Geralmente, o bigode chinês começa a aparecer a partir dos 30 anos, tanto em homens, quanto em mulheres e, se muito marcado, aparenta um rosto mais envelhecido. Caso a pessoa tenha alguma predisposição genética, esses sulcos podem surgir antes.

E x i s t e m   a l g u n s   f a t o r e s   q u e    p o d e m   c o l a b o r a r   p a r a   o   a p a r e c i m e n t o   d e s s e   s u l c o :

– Emagrecimento excessivo;
– Consumo de álcool;
– Tabagismo;
– Poluição;
– Exposição ao sol sem a proteção devida.

T r a t a m e n t o   d o   b i g o d e   c h i n ê s

A dermatologista Juliana Chieppe esclarece que é possível suavizar essas rugas com a ajuda do ácido hialurônico JUVÉDERM®. O procedimento é simples e proporciona excelentes resultados em apenas uma sessão. “No entanto, nem sempre tratar somente o sulco resolve o problema. Em alguns casos, é necessário sustentar a região malar para suavizar o bigode chinês. Assim, além de melhorá-lo, ainda prevenimos o envelhecimento causado pela perda de gordura das bochechas”, aconselha.

Por ser um procedimento minimamente invasivo, não há necessidade de repouso e os pacientes podem voltar às suas atividades normalmente.

O tratamento não pode ser realizado por gestantes e lactantes.

Mas não é só isso que o ácido hialurônico pode fazer por você, conheça outras possibilidades de tratamento com JUVÉDERM®.

Dra. Juliana Chieppe
CRM 20781-BA

BR/0092/2019 – fev/2019