Toxina botulínica A

Saiba mais sobre o procedimento que suaviza e previne as rugas

Novidades que prometem o rejuvenescimento da pele aparecem o tempo todo. Anualmente, surgem aparelhos modernos, técnicas inovadoras e produtos ditos milagrosos. Mesmo com varias opções, o tratamento com a toxina botulínica A é a o mais procurado, e o procedimento estético mais realizado no mundo.

Segundo pesquisa ISAPS – International Society of Aesthetic Plastic Surgery, em 2014, foram realizadas 355.581 mil aplicações de toxina botulínica A no Brasil, enquanto todos os outros procedimentos não cirúrgicos injetáveis somaram 359.631 mil.

O sucesso não é à toa. De acordo com os especialistas, o procedimento é único, já que ele age na atividade muscular e, assim, ameniza os efeitos das rugas dinâmicas, aquelas que se tornam visíveis com os movimentos faciais. A dermatologista Roberta Bibas explica que a toxina botulínica A pode ser utilizada para minimizar as linhas de expressão faciais na área dos olhos, o famoso pé de galinha, e rugas da testa.

Antes da aplicação da toxina botulínica A, afim de alinhar as expectativas de resultados e traçar um plano de tratamento, “O especialista deve fazer uma entrevista sobre doenças neurológicas e uma avaliação detalhada dos grupos musculares da face da paciente antes da utilização da toxina botulínica A”, comenta o cirurgião plástico Marcelo Daher.

Andreia Pereira, microempresária, aplicou toxina botulínica A recentemente. “Queria apenas diminuir as rugas ao redor dos olhos e o resultado trouxe um benefício imenso: aumentou a minha autoestima. Com a correria do dia a dia, muitas vezes nem percebemos o quanto cuidar da nossa aparência faz a diferença. Mesmo com uma mudança sutil, ouvi vários elogios de amigos e familiares”, comemora Andreia.

Consultoria
Dermatologista Roberta Bibas
Cirurgião plástico Marcelo Daher