De olho na moda outono/inverno

A consultora Thais Farage conta tudo o que rolou na SPFW 43

Uma semana após os desfiles mais badalados do Brasil, ainda não se fala em outra coisa. Todo mundo quer saber sobre as tendências lançadas nas passarelas do SPFW N43.

Para quem não teve a oportunidade de conferir de perto, a consultora de estilo Thais Farage revelou o que vai marcar presença nas principais vitrines e nos closets das fashionistas nesse próximo outono e inverno.

Confira esse bate-papo!

O que podemos esperar do outono/inverno 2017 quando o assunto é…

Roupas – muita alfaiataria misturada com roupas esportivas, como: camisas misturadas com jaquetas e tênis com looks mais sociais. Além disso, todas as marcas estavam alinhadas no conceito conforto e nas peças mais larguinhas.

Sapatos – mules (lembra deles?) e o chinelão slide, aquele com uma tira só bem grossa.

Cores: os neutros estão bem fortes, branco, off-white, preto e amarelo terracota passearam muito pela fashion week.

Cabelo e maquiagem – nada exagerado. O estilo minimalista está em alta. Houve uma valorização da beleza natural nas passarelas.

Já podemos encontrar essas peças nas lojas fast fashions?

Sim, inclusive, tem muita coisa que está na moda nessa estação e já era tendência nas outras. É só usar a criatividade para adaptar.

Qual tendência já está no seu guarda-roupa?

Jaquetas bomber! AMO!

E qual não entrará de jeito nenhum?

Sou aberta para mudar de estilo, testar coisas novas. Acho que não existe nada que eu não usaria.

Moda à parte, o que mais é possível aprender com o evento?

Nos diversos talks, é possível pensar no futuro da moda de uma forma diferente. O tema da vez foi moda sustentável e foi possível aprender muita coisa.

Qual é a coisa mais legal de trabalhar com moda?

Entendo a moda como a língua que eu falo, mas, costumo dizer que trabalho com gente. Então, o mais bacana é ajudar essas pessoas, fazendo com que elas se empoderem e se entendam melhor.

O que mais você aprende sobre estilo em suas consultorias?

Aprendo sobre os universos particulares de cada cliente. Para ajudá-los,  pesquiso bastante e entro de cabeça no estilo de vida de cada um.

Como você definiria o seu estilo.

Acho que minimalista esportista. Prefiro, peças de design, do que cor e estampa.

E para quem está se perguntando se essas tendências são para todos, a resposta é o que todo mundo já sabe, ou deveria. O estilo é livre! Nessa pegada, claro, vista o que faz você se sentir bem.