Dicionário da beleza

Dermatologista explica o significado dos termos médicos mais utilizados dentro dos consultórios

Já ocorreu de marcar uma consulta e não entender o “mediquês”? Isso não acontece só com você, algumas palavras são difíceis de entender mesmo. Pensando nisso, o Além da Beleza, com a ajuda do dermatologista Guilherme Bueno (CRM- 135.574), criou um dicionário da beleza, confira!

Ácido hialurônico: substância produzida naturalmente pelo nosso organismo, responsável pela sustentação, preenchimento e hidratação da pele.

Bigode chinês: uma ruga que se estende desde o fim das narinas até os cantos da boca.

Código de barras: conjunto de rugas verticais ao redor da boca.

Estética médica: grupo de médicos que estudam, produzem ciência e tratam pacientes com o objetivo de embelezamento e rejuvenescimento.

Flacidez facial: um dos principais sinais de envelhecimento da pele. Está relacionada à diminuição da produção de colágeno, proteína que promove a firmeza da pele, e perda de gordura que pode ser tratada com preenchimento de ácido hialurônico.

Glabela: região localizada entre as sobrancelhas.

Harmonização facial: um conjunto de procedimentos estéticos para criar uma melhora na harmonia do rosto de uma forma geral.

Hidratação facial: aumento da concentração de água na pele, tendo como consequência uma aparência mais luminosa, lisa e elástica.

Juvéderm®: linha de preenchedores de ácido hialurônico fabricados pela Allergan. Por meio de procedimentos minimamente invasivos, suavizam tanto rugas leves, como profundas. Servem, também, para volumizar os lábios, reparar a perda de volume facial e melhorar a qualidade de pele.

MD Codes: é uma sistematização de aplicação de preenchimentos de ácido hialurônico após um mapeamento da face por meio de pontos específicos, proporcionando uma aparência mais harmônica e redefinição de contorno facial.

Mento: conhecido popularmente como queixo.

Pé de Galinha: rugas localizadas ao redor dos olhos.

Preenchimento facial: procedimento minimamente invasivo utilizado com o intuito de promover rejuvenescimento facial.

Procedimentos minimamente invasivos: procedimentos realizados sem a necessidade de cortes ou internação hospitalar.

Qualidade de pele: um conjunto de características clínicas que fazem com que a pele se apresente mais saudável, como por exemplo em grau de hidratação, luminosidade e elasticidade.

Sulcos faciais: depressões/vinco que se formam na superfície da pele.

Sustentação facial: elevação da pele do rosto para cima e para trás, com o intuito de tratar as quedas do terço médio da face (bochechas), da linha mandibular (contorno facial) e da flacidez da pele do pescoço.

Toxina botulínica A: substância utilizada para tratamento de rugas dinâmicas e estáticas do rosto.

Volumização: procedimento estético injetável que, por meio do ácido hialurônico, aumenta o volume facial, redefinindo contorno e minimizando as marcas de expressão.

Curtiu? Agora é só chegar na próxima consulta mostrando que você também entende do assunto. 😉

BR/0093/2019 – fev/2019