Entenda a insônia

Os efeitos da falta de sono na sua pele

Durante o dia é praticamente impossível disfarçar o sono. Contudo, à noite, quando o corpo precisa relaxar para dormir, é um vira e mexe na cama, sem fim. Se você se identificou com o caso saiba que não está sozinha. Mais de 60% dos brasileiros sofrem de insônia, segundo um estudo da Unifesp.

Além de acabar com o bom humor, afetar a concentração e diminuir a produtividade, a insônia envelhece a pele. Entenda melhor: durante o sono, o corpo humano produz hormônios reparadores, que agem como uma espécie de calmante para a cútis – a exemplo da melatonina. Segundo a dermatologista Juliana Neves, caso a pessoa não tenha um bom sono, o resultado será a formação de diversas reações inflamatórias nas células, gerando novos radicais livres. A consequência disso é o envelhecimento.

“Outro grande prejuízo que gera a insônia é a formação das indesejadas olheiras. Esse problema é originado pela dilatação dos vasos sanguíneos presentes ao redor dos olhos – e acontece com mais frequência em pessoas que não dormem bem”, diz Juliana. A melhor forma de tratar o problema é procurando um médico para identificar a possível causa da insônia. O profissional fará exames para saber se há equilíbrio entre os hormônios femininos e masculinos, se existe o estresse adrenal (nível muito alto da doença) ou se ainda há deficiência de minerais e vitaminas.

Técnicas para o dia a dia

Agora que já sabemos os motivos pelo qual a insônia envelhece a pele, conheça métodos simples para melhorar a sua qualidade de vida e dormir melhor.

– Antes de dormir, diminua os estímulos no quarto como TV e aparelhos de som;

– Evite bebidas alcoólicas, café e cigarro, já que diminuem a qualidade do sono;

– Faça atividades físicas até quatro horas antes de dormir, o corpo fica relaxado e pronto para o descanso;

– Pratique ioga. A técnica ajuda na respiração e, consequentemente, prepara o corpo para um bom sono;

– Procure evitar alimentos muito gordurosos antes de dormir. Eles dificultam o processo digestivo, resultando em uma noite mal dormida.