A importância das atividades físicas

Especialistas dão dicas para quem ainda não acredita no poder do esporte

A Organização Mundial da Saúde (OMS) vem sensibilizando os países quanto à necessidade emergencial de modificar os hábitos sedentários. Hoje, sabemos que a prática esportiva vai muito além de modelar um corpo, está diretamente relacionada a melhor qualidade de vida.

Para quem começou o ano querendo abandonar a zona de conforto, Marcio Lui, preparador físico das famosas, alerta que a frequência ideal para iniciantes é de 2-3 vezes por semana e para as que já estão acostumadas, de 3-4 vezes. Se você acha que é tarde para começar, fica a dica: “Algumas alunas resolveram sair do sedentarismo na terceira idade e em 6 meses já tiveram ótimos resultados”.

Mas entre tantos exercícios, qual escolher?  O especialista dá uma ajudinha:

Musculação – que é um trabalho de base que todo mundo precisa fazer.

Caminhada/corrida – atividades que qualquer pessoa pode realizar sem nenhum tipo de custo.

Treinamentos funcionais – importantes para melhorar o equilíbrio, coordenação motora, força e flexibilidade.

Entre os benefícios, Eduardo Netto, diretor técnico da academia Bodytech, destaca:

Combate de doenças – os benefícios fisiológicos e psicológicos decorrentes da prática regular das atividades físicas podem contribuir na prevenção de inúmeras patologias, tais como: diabetes tipo II, osteoporose, hipertensão e alguns tipos de câncer.

Melhora na qualidade do seu sono – as pessoas ativas dormem melhor, o que proporciona menos cansaço durante o dia seguinte e mais disposição para a prática de exercícios.

Ansiedade e depressão podem ser minimizadas – a liberação de substâncias calmantes e relaxantes durante os exercícios são benéficas para quem sofre desses sintomas. A maior produção de endorfina ajuda na diminuição da hiperatividade e oferece sensação de bem-estar e bom humor.

Controle do peso corporal – a maioria das pessoas procuram as atividades físicas com o intuito de emagrecer e elas ajudam queimando aquelas calorias que ficariam armazenadas em forma de gordura! Nesse caso, a dieta alimentar acompanhada por um especialista contribui para o processo.

“Abandonar o sedentarismo não é uma tarefa fácil. Para começar, é necessário ter uma dose extra de determinação, disciplina, criar metas e ter foco.  Vida saudável significa longevidade. Os resultados são infinitos e valem para a vida toda. Nunca é tarde para começar”, diz Eduardo.

Animou? Então não se esqueça que até mesmo ao iniciar atividades leves, é primordial que essa a orientação de um profissional.