A importância do autocuidado durante e depois do isolamento

Cuidar de você é um detalhe essencial em qualquer momento

Já perdemos a conta de quantos dias estamos em casa, não é mesmo? Mas, e o autocuidado, você o manteve nesse período de isolamento social? Saiba que é muito importante seguir com uma rotina de atenção à saúde e ao bem-estar durante e depois da quarentena.

O Além da Beleza conversou com a dermatologista Juliana Chieppe, que explicou a importância do autocuidado: “Ele estimula a nossa autoestima, que é como se fosse o sistema imunológico do cérebro. Talvez esse seja o momento mais importante para nos cuidarmos e estimularmos nossa psique positivamente”.

Quando falamos de nos cuidar em uma fase como essa, engloba a saúde física e a emocional. Se auto-observar e pedir ajuda, se necessário. É importante sabermos que existirão dias bons e ruins, portanto, ocupar a cabeça, ter uma rotina de exercícios físicos e uma boa alimentação, é uma forma de manter os aspectos físico e mental em dia.

Para quem pensa que, por estarmos em casa, os rituais com a pele podem ser deixados de lado, não é bem assim, manter uma rotina é o indicado. Já que a falta de tempo era o que dificultava esse momento, agora é a chance. “Principalmente a aplicação do protetor solar, o que vai ajudar a evitar manchas e prevenir o envelhecimento precoce. A exposição à luz da janela e a do celular, computador e lâmpadas, também podem causar danos à pele. Além disso, ainda existe a radiação infravermelha, sentida pelo calor do secador de cabelo, ferro de passar e fogão, que pode ser prevenida ao usarmos um protetor solar com antioxidantes na formulação. É necessário reaplicá-lo no horário do almoço e antes de se expor ao calor”, explica a profissional.

Ao voltarmos para a nossa rotina normal, será preciso ter atenção com algumas medidas: usar máscara ao sair de casa, manter as lavagens das mãos, evitar eventos e aglomerações, ou seja, os hábitos de higiene terão que ser mantidos.

Devemos procurar algum especialista após o isolamento? Essa busca vai depender de cada caso! O importante agora é seguir as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e ficar em casa, se puder.

“Para mim, o autocuidado e a autoestima são inseparáveis. O principal detalhe é não deixar que a rotina do dia a dia – ou que a simples opinião alheia- definam que não vale a pena parar, nem que seja por alguns minutos, para ser generoso com você mesmo”, finaliza.

Dra. Juliana Chieppe
CRM- BA 20781

 

 

 

BZ-VOL-2050030 – Jun/20